Video usado com a cortesia de OCSDNet

Prácticas de Inquérito de Dados Abertos em Investigação de 2020 - África

A Internet e o progresso nas tecnologias digitais estão a mudar progressivamente a lógica subjacente à ciência e à investigação de sistemas fechados para sistemas abertos. Esta mudança está até mesmo a afectar a maneira como os dados são geridos, usados ​​e partilhados. Este projeto terá como objectivo capturar o panorama actual das práticas de dados abertos em investigação. O inquérito cobre oito países africanos, incluindo o Uganda e a Etiópia da África Oriental; O Burkina Faso e o Senegal da África Ocidental e o Botswana, o Malawi, Moçambique e o Zimbabwe da África Austral.

Ciência Aberta é mais do que acesso aberto a publicações ou dados.

Hoje em dia, é reconhecido que, consideradas em conjunto, as três seguintes dimensões da abertura constituem a Ciência Aberta: abertura a publicações e dados, abertura à sociedade e abertura a conhecimentos e epistemologias excluídos (Chan, Leslie et al. 2020). Este projecto concentra-se em Dados Abertos, um subconjunto da Ciência Aberta que promove a ideia de os dados de investigação serem partilhados para escrutínio e reanálise sem barreiras desnecessárias. Nos últimos anos, um número crescente de financiadores, editores e instituições assumiram compromissos para fomentar prácticas de partilha de dados dentro da comunidade de investigação.

Como trabalhamos

Nos últimos anos, várias comunidades têm vindo a trabalhar em vários aspectos dos dados abertos. O nosso inquérito é construído sobre o trabalho que já existe, ao qual adicionámos aspectos do contexto local. Todas as informações relacionadas com este projecto serão abertas.

Baseie-se no Trabalho Existente

Estamos a construir sobre uma ciência aberta global e africana existente e em inquéritos de dados abertos que foram realizados no passado.

Partilhe Informação

A ferramenta do inquérito, os dados, os guiões de análise e o template do website serão disponibilizados sob licenças abertas para facilitar a reutilização.

Priorizar interoperabilidade

O projecto tentará lançar um banco de perguntas modular e interoperável que pode ser reutilizado por toda a gente para desenvolver novos inquéritos.

Conte-nos sobre as suas práticas de investigação de dados

O nosso objectivo é de ter uma ampla participação de investigadores e de estudantes de pós-graduação em todos os países-alvo (ou seja, Uganda, Etiópia, Burkina Faso, Senegal, Botswana, Malawi, Moçambique e Zimbábue). Se não é de um dos países enunciados acima, pode ainda assim participar. Analisaremos todos os dados e disponibilizaremos o conjunto de dados para que outros analisem os países não cobertos neste projeto.

Faça o Inquérito

Cronograma de Actividades

1
Início de 2020 - Preparação

Preparar proposta de projecto, tarefas administrativas, preparação de projecto


Junho/Julho de 2020 - Exploração do terreno

Análise de inquéritos existentes, desenvolvimento da ferramenta do inquérito, estudo do panorama de regulamentos e legislações actuais de partilha de dados em África

2

3
Junho/Julho de 2020 - Stakeholders

Preparar proposta de projecto, tarefas administrativas, preparação de projecto


Julho/Agosto de 2020 - Ética

Preparação/apresentação da revisão de ética e envolvimento com os comités de ética nacionais (ou similares) nos países do inquérito e apresentação de candidaturas (quando apropriado)

4

5
Julho/Agosto de 2020 – Preparação do Inquérito

Tradução dos materiais do inquérito e preparação da plataforma online do inquérito


Agosto de 2020 – Lançamento do Piloto

Monitorar a investigação no país e correções ao inquérito, onde necessário

6

7
Setembro-Novembro de 2020 - Lançamento do Inquérito

Divulgação do inquérito, recolha de dados, preparação de dados, análise & visualização


Novembro de 2020 - Apresentação na Sessão Plenária da Aliança de Investigação de Dados

Apresentação de dados preliminares na Sessão Plenária RDA online

8

9
Novembro-Dezembro de 2020 - Análise & Divulgação

Análise contínua de dados e preparação de documentos e artigos de feedback


Janeiro de 2021 - Encerramento do Projecto

Conclusão do relatório, finalização do website, feedback para os stakeholders

10

Equipa Principal

O projeto baseia-se no trabalho do Grupo de Interesse RDA para o Levantamento de Prácticas de Dados Abertos e muitas outras. Os membros da equipa principal para o inquérito africano de 2020 estão enunciados abaixo.

team people

Dr Louise Bezuidenhout

Líder do Projecto

Louise é Investigadora bolseira (@InSIS) na Universidade de Oxford (@UniofOxford). Co-fundadora da @labhackathon

team people

Mboa Nkoudou Thomas

Desenvolvimento de inquéritos, traduções, análises, divulgação

Thomas Mboa é investigador na área de Informação e Comunicação, com interesse no Movimento Maker, Inovação Social, Ciência Aberta e Comunicação Académica.

team people

Anelda van der Walt

Desenvolvimento de inquéritos, análise, visualização, Website

Anelda é a fundadora da Talarify, uma consultora baseada em África que trabalha com investigadores para melhorar a sua investigação e impacto através do uso de tecnologia, ciência aberta e princípios educacionais abertos.

Notícias Recentes